4 maneiras de aprimorar os 4 Ps do mix de marketing

O mix de marketing foi criado por Jerome McCarthy e amplamente divulgado por Philip Kotler. A estratégia baseia-se no que é chamado de os 4 Ps do marketing: produto, preço, praça e promoção.

Entender esse conceito é fundamental para que você os aplique em negócios que estão em um processo de expansão. A aplicação deve ser feita com práticas que visem aprimorar os 4 Ps do mix de marketing.

Abaixo, reunimos 4 dicas fundamentais nesse processo. Elas permitirão a você usar satisfatoriamente este “mix” na elaboração da boa comunicação estratégica!

Conheça os 4 Ps do mix de marketing

Os Ps, ou “composto de marketing”, apresentam as quatro bases fundamentais para toda estratégia de marketing. Produto, preço, praça e promoção. Se estes elementos estão equilibrados, a tendência é a conquista e influência sobre o público serem eficientes.

Como, de maneira geral, a sua empresa obtém sucesso? Por meio das vendas, é claro! Porém, para chegar a isso, você tem de sedimentar sua marca, construir o seu negócio. E para obter este resultado, não basta que você tenha canais de venda onde seus produtos estão expostos. É necessário planejar a construção de seu negócio baseando-se nestes 4 pilares.

Veja um exemplo prático deste mix

Usaremos um exemplo do mix de marketing bem conhecido por nós, brasileiros. O famoso case das Havaianas, que eram meros chinelos de borracha. Voltando mais de vinte anos atrás, elas eram bem simples e tinham um custo bastante baixo. Qualquer mercado pequeno vendia o produto, direcionado a um público-alvo de classes mais baixas, até então.

Nos anos 90, as Havaianas lançaram a versão “Top” do produto. No lugar do convencional solado branco e tira de uma cor só, o modelo novo tinha outras cores. Eles também ajustaram a altura do calcanhar e deixaram em relevo o logotipo.

E o que isso tem a ver com os 4 Ps do mix de marketing? Com a ajuda de uma campanha inteligente, anúncios inovadores e bom-humor – que, aliás, está sempre presente –, as Havaianas viraram objetos de desejo. Isso tudo apesar de as novas serem mais custosas que as antigas. Quem não se lembra de pelo menos uma propaganda da marca?

A forma de distribuir o produto também foi bastante alterada. A diversidade em modelo e cor começou a ser determinada conforme os públicos das praças, ou pontos. Além disso, a empresa investiu em displays de boa qualidade, bastante chamativos. Os chinelos ficaram dispostos segundo seus tamanhos e cores. Era outro produto, em novos pontos de venda.

Tudo isso gerou um enorme crescimento, expandindo o alcance do produto pelo mundo todo. Hoje, o status dessas sandálias é totalmente diverso, sendo um artigo tipicamente brasileiro, e de qualidade.

Analisemos o caso sob o ponto de vista dos 4 Ps do mix de marketing. Não era suficiente a empresa desenvolver chinelos coloridos (Produto). Nem somente trabalhar com novos valores (Preço), ou mudar o esquema de distribuição e comércio (Praça). Tampouco criar somente anúncios divertidos cheios de cores (Promoção). Foi necessária a utilização de todo o mix para que a marca tivesse toda essa transformação impressionante!

O case é um grande sucesso porque conseguiu equilibrar bem o mix de marketing. A marca foi fortalecida perante públicos selecionados cuidadosamente. Agora que você já sabe como os 4 Ps atuam, confira nossas dicas de como utilizá-los de maneira eficaz!

1. Desenvolva análises de mercado

Analisar o mercado é essencial para ter um panorama geral que engloba diversos fatores. Alguns exemplos são o perfil do público-alvo, a segmentação de marketing e o comportamento do consumidor. Sem contar o mapeamento da concorrência e de oportunidades a serem exploradas dentro do seu nicho.

Toda análise passa por processos internos, como a identificação dos pontos fortes e definição dos valores transmitidos ao público. Ela culmina em uma análise externa que refletirá no posicionamento da empresa no mercado.

Atingir grandes resultados exige a definição de metas. Assim como a escolha das ferramentas para realizar esses objetivos da melhor forma possível. A análise de mercado é um elemento norteador, nesse sentido. Ela possibilita que se enxergue a situação em curto, médio e longo prazo. E isso é o que contribui para a criação de um planejamento escalável.

2. Realize pesquisas de satisfação

As pesquisas de satisfação não devem ser vistas apenas como meros formulários, mas também como um instrumento valioso para obter dados referentes ao comportamento do consumidor.

Entender quais são as reações, as dúvidas, os anseios e os problemas do seu público é importantíssimo. É uma excelente forma de reunir elementos para qualificar a experiência proporcionada. A busca pela excelência é um trabalho constante, e o esforço vale a pena. Trata-se de um caminho certeiro para alavancar as suas vendas.

3. Estude estratégias de precificação

Dentro do mix de marketing, a precificação tem um papel importante. O recurso diz respeito a pelo menos dois dos 4 Ps do mix de marketing: produto e preço. Os desafios de montar uma precificação eficiente são diversos. A ação exige o estudo de várias estratégias para se chegar naquela que mais se encaixa com o seu negócio.

Seja na venda de produtos isolados ou na montagem de combos, é preciso que o cliente perceba que o preço é vantajoso. E isso não pelo fato de ser mais baixo do que em outros lugares, mas pelas vantagens que ele agrega.

O custo-benefício é um dos quesitos mais valorizados pelo público que, muitas vezes, aceita pagar mais, desde que a experiência proporcionada seja melhor que a da concorrência. É claro que, em uma estratégia de precificação sólida, o custo-benefício tem que acontecer para ambas as partes. Ou seja, tem que valer a pena para todos, em termos financeiros.

4. Conte com a ajuda do brainstorm

O brainstorming é uma metodologia para criar ideias de forma constante. Por meio delas, você agrega mais valor aos processos. No mix de marketing, a necessidade de aprimorar os serviços e produtos oferecidos é latente no dia a dia. Assim como a forma de realizar a sua divulgação.

Sendo assim, essa metodologia é uma ótima forma de obter qualificação constante e, assim, atingir o alto desempenho. Isso vai favorecer muito a estratégia de marketing. O recomendável é definir metas e fazer reuniões periódicas envolvendo colaboradores e gestores. O objetivo é discutir determinado problema e encontrar a solução desejada.

Tomemos um exemplo simples. Digamos que a campanha de marketing digital gera muitas visitas ao site da empresa, mas que isso não se reflete em vendas. É necessário o mix de marketing para encontrar quais elementos estão causando objeção ao cliente e encontrar a solução para eles.

Em conjunto, é possível analisar as principais métricas inerentes a cada setor – como vendas e marketing –, com mais precisão. Assim é possível encontrar as respostas buscadas.

Como vimos, aprimorar os 4 Ps do mix de marketing é um trabalho contínuo. Por isso, use essas dicas no processo e, dessa forma, você terá grandes chances de obter melhores resultados.

Para acompanhar outros conteúdos como esse, basta nos seguir nas redes sociais! Estamos presentes no Facebook, Twitter e no Linkedin.

O que é omnichannel: o mercado está pronto para os clientes multicanais?
4 dicas de como fazer um pitch e atrair investidores e negócios

Deixe uma resposta