Saiba por onde tornar a sua comunicação muito mais estratégica

A comunicação empresarial é um dos aspectos mais importantes para o sucesso de qualquer empresa. Falar com o público externo e com os clientes internos é essencial para que o negócio conquiste o alinhamento necessário para criar um excelente fluxo de informações. Nesse sentido, a comunicação estratégica é indispensável.

Ao adotar essa abordagem, é possível substituir o aspecto operacional por algo muito mais eficaz e que traga melhores resultados. Também, há um fortalecimento da cultura organizacional, diminuição de erros e até aumento da produtividade.

Mas por onde começar? A seguir, entenda os elementos relevantes para ter uma comunicação estratégica.

Os pilares dessa abordagem

Segundo a teoria da comunicação estratégica, é preciso cuidar de alguns aspectos para consolidar essa possibilidade. Tais elementos devem ser conhecidos ainda no planejamento, de forma a viabilizar a transformação. Na sequência, veja quais são os principais pilares e entenda quais aspectos considerar.

O que

Tudo começa com a definição sobre o que será comunicado. É importante entender muito bem a mensagem que se quer transmitir e que tipo de informação ela carrega. É um elemento que deve ser reconhecido facilmente, já que é o grande objetivo da abordagem de comunicação.

Quem

Outro ponto importante tem a ver com as pessoas envolvidas no processo. Primeiramente, é preciso definir quem é o público que vai receber a mensagem. A segmentação é bem-vinda, já que o jeito de falar com os stakeholders não é o mesmo de se dirigir a clientes e oportunidades em potencial, por exemplo.

Ainda, é fundamental pensar nos embaixadores e promotores das mensagens. Os pivôs são “multiplicadores” da mensagem e atuam como lideranças dentro e fora do negócio. Com isso, permite-se que o conteúdo da comunicação alcance um volume maior de pessoas.

Quando

O timing é mais um elemento essencial para uma comunicação estratégica. As mensagens devem ser divulgadas no momento adequado, para o público de interesse e de acordo com cada necessidade. Atrasos ou antecipações podem ser prejudiciais aos objetivos.

Para os distribuidores, falar sobre um lançamento antes que ele aconteça é essencial para que possam se preparar. Já para o público, o ideal é transmitir a mensagem quando a data estiver próxima ou quando o item já estiver aparecendo no mercado.

Como

Além do mais, é preciso ter uma boa definição de como essa comunicação deve acontecer. É crucial, por exemplo, selecionar a linguagem adequada, bem como a abordagem correta para cada público ou cenário.

Há, ainda, a exigência quanto à definição de plataformas. Comunicações internas exigem elementos diferentes, como publicação na intranet ou no mural. Já as externas podem utilizar veículos de mídia, redes sociais, e assim por diante.

A transformação para a comunicação estratégica

Depois de conhecer os principais pilares dessa abordagem, é hora de entender como fazer a transição para um novo meio de se comunicar. Com os passos certos, fica muito mais fácil conquistar todos os impactos positivos. Por isso, veja algumas orientações para ter sucesso na tarefa.

Faça um planejamento completo

Primeiramente, é preciso definir quais são os interesses com a comunicação estratégica. Defina se a intenção é fazer um comunicado, apresentar algo novo ou deixar todos por dentro de uma mudança, por exemplo. Também é preciso estabelecer métricas, como o alcance ou o engajamento das pessoas.

Depois, estabeleça as questões referentes aos pilares da teoria. Tudo deve ser estruturado de forma prévia, de modo a viabilizar a divulgação da mensagem adequada.

Coloque os colaboradores no centro

Especialmente em um processo que inclui a transmissão de informações para os clientes internos, é essencial colocar as pessoas no centro da etapa. O indicado é atribuir um nível de autonomia, bem como estabelecer a transparência como elemento fundamental.

Inclusive, o recomendado é que, internamente, todos saibam de forma antecipada o que será comunicado para o público externo. Isso fortalece a confiança no processo, além de ajudar a alinhar todas as etapas.

Estabeleça responsabilidades

Como visto, é interessante definir alguns multiplicadores de mensagem para obter melhores resultados. Dessa forma, convém estabelecer responsabilidades entre lideranças selecionadas quanto ao processo de comunicação estratégica.

Para comunicados internos e abrangentes, os diretores ou gestores de áreas específicas devem ser os principais responsáveis pela propagação local de mensagens. No caso do ambiente externo, distribuidores, parceiros e até equipes de vendas podem dar apoio para divulgar a mensagem corretamente.

Seja claro e objetivo

Um dos pontos mais importantes, como visto, é o que será transmitido na mensagem. Não basta apenas definir um assunto ou escolher a linguagem. É preciso tomar cuidado com ruídos de comunicação, então a clareza é fundamental.

Na hora de planejar a mensagem, deve-se criar algo que não deixe dúvidas sobre o que foi dito. Acrescente todas as informações relevantes, mas não se esqueça de ser objetivo e de seguir direto ao ponto.

Tenha apoio profissional

A comunicação estratégica é muito importante e cada vez mais necessária. Em um ambiente em que a diferenciação é essencial e que o dinamismo é a palavra de ordem, faz sentido procurar meios de não deixar dúvidas sobre a mensagem.

Para levar esse processo a um outro nível, o ideal é buscar apoio profissional. Contar com uma agência especializada é o melhor jeito de criar um bom plano estratégico e que é capaz de chegar aos melhores resultados.

A aplicação prática dessa abordagem

A comunicação estratégica pode ser usada de diferentes maneiras no cotidiano de uma empresa. Ela é aplicada, por exemplo, na comunicação com os stakeholders. Trata-se de uma excelente abordagem para apresentar mudanças, novidades e performance de maneira prática.

Também é uma alternativa para informar aos colaboradores sobre alterações significativas. Processos de aquisição ou fusão, por exemplo, devem ser comunicados primeiramente de forma interna.

Para o ambiente externo, a estratégia serve para fortalecer o posicionamento da marca sobre diversos assuntos, tanto quanto para comunicar sobre novidades e lançamentos. Com uma boa abordagem, inclusive, é possível gerenciar crises de imagem de uma maneira muito mais consistente.

A comunicação estratégica é fundamental para qualquer negócio que queira se destacar e ter um fluxo melhor de informações. Com o uso dos pilares e de um bom planejamento, é possível deixar de lado a versão operacional e conquistar uma performance otimizada.

Se quiser consolidar um desempenho ainda melhor, veja como unir branding associado ao marketing de resultados com o nosso e-book gratuito.

5 dicas de como ter reuniões de negócio mais produtivas
Micro-momentos: um novo modo de alcançar o seu consumidor

Deixe uma resposta