Metas SMART e Objective Key Results (OKR): qual metodologia usar?

Com grandes poderes vêm grandes responsabilidades. Ninguém sente isso mais do que um líder excepcional. Líderes de posicionamento estão constantemente procurando maneiras melhores de liderar as pessoas com quem trabalham, seja com metas smart e objective key results.

Assim, uma das melhores maneiras de se tornar um grande líder e obter ainda mais das pessoas que você lidera é descobrir que tipos de metas deseja definir. Essa definição pode aumentar a produtividade, especialmente quando não acompanhada de recompensa monetária.

Continue a leitura do post para entender melhor como utilizar essas estratégias em sua empresa. Confira!

O que são metas SMART?

Ao contrário de outras estruturas que abrangem a criação de estratégias, a hierarquia organizacional e o gerenciamento de desempenho, o SMART é uma estratégia simples que descreve como criar e medir o progresso em direção às metas.

Uma meta SMART é usada para ajudar a orientar a definição de metas. SMART é uma sigla que significa:

  • “S” de specific (específico);

  • “M” (measurable) mensurável;

  • “A” de achievable (atingível);

  • “R” de (realistic) realista;

  • “T” de timely (oportuno).

Portanto, uma meta SMART incorpora todos esses critérios para ajudar a concentrar esforços e aumentar as chances de atingir essa meta.

O que são metas Objective Key Results?

A sigla OKR significa Objetivos e Principais Resultados, uma estrutura popular de gerenciamento de metas que ajuda os líderes a conduzir suas equipes de A para B. Alguns dos benefícios do OKR incluem foco aprimorado, maior transparência e melhor alinhamento entre as equipes.

A OKR fornece uma estrutura e critérios simples para a criação de metas de negócios, bem como várias regras e práticas recomendadas que as organizações podem adotar.

Quais as diferenças em relação a essas metodologias?

Para facilitar a visualização entre as duas metodologias, vamos mostrar as diferenças por meio de exemplos práticos. Dessa forma, apresentaremos as formas e soluções que devem ser colocadas em prática para o gestor inovar em sua organização.

Exemplo de objetivos SMART

  • Aumentar as visitas ao site em 25% gerando mais tráfego online por meio de três campanhas de publicidade do LinkedIn durante a temporada de festas;

  • treinar 90% dos novos associados para uma competência de nível 3 (Atingível) no processo de solicitação de crédito até o final do segundo trimestre;

  • pontuação média de 8,9 no nosso questionário de atendimento ao cliente (10 perguntas) a ser dado a 400 clientes, duas vezes nos próximos 12 meses.

Objetivos SMART podem levar mais tempo para serem configurados no início, mas podem ser uma estrutura útil, especialmente para aqueles que trabalham com a definição de metas pela primeira vez.

Exemplos de OKRs

  • Objetivo: adicionar 25% a mais de salões à cadeia de lojas de alto nível;

  • principais resultados: selecionar 30 candidatos para a franquia até junho; treinar 15 deles antes do final do ano; assinar contratos com, pelo menos, 10 colaboradores antes de janeiro do próximo ano; abrir ao menos cinco lojas até junho próximo;

  • objetivo: aumentar o lucro em 10%;

  • principais resultados: implementar uma nova estratégia de mídia social para direcionar o tráfego para o site com uma promoção de 10% para aqueles que compram online; terceirizar marketing para economizar 20%; lançar campanhas mais agressivas durante o Dia das Mães e o Dia dos Namorados para atingir compradores do sexo masculino de última hora.

Os OKRs funcionam bem em uma empresa que já dá bastante liberdade aos seus funcionários. Quer se trate de workflex ou simplesmente dos processos ágeis acima mencionados, essas empresas tendem a contratar aqueles que se sairão melhor.

Qual dos dois você deve usar?

Os critérios SMART são fáceis de lembrar, de usar e funcionam muito bem para a definição de metas pessoais. No entanto, a SMART simplesmente descreve uma meta isoladamente. A OKR fornece um nível extra de contexto organizacional e transforma a definição de metas em um exercício de toda a empresa. Com OKR, toda a organização pode obter clareza e foco.

Em resumo, não apenas qualquer definição de metas será suficiente. Se você escolher o tipo errado ou aplicá-las em todas as situações, poderá prejudicar a produtividade em vez de otimizá-la. Então saiba escolher metas smart e objective key results com sabedoria.

Gostou do post? Aproveite para deixar suas dúvidas e opiniões aqui nos comentários!

5 dicas incríveis para melhorar o ambiente interno de uma empresa
Fique por dentro das melhores ideias para stands em feiras
Compartilhe essa matéria em suas redes sociais
Email this to someone
email
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *